Etapas de um processo seletivo.

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Etapas de um processo seletivo. por Mind Map: Etapas de um processo seletivo.

1. Entrevista: Na fase de entrevista, o recrutador deseja conhecer os candidatos por meio de uma boa conversa. As perguntas são previamente preparadas para entender o que o profissional faz de melhor e de que forma ele gosta de trabalhar. Outro ponto importante a ser avaliado é o aspecto cultural. A empresa precisa estar segura de que o participante vai se adaptar bem aos valores, crenças e comportamentos dos colegas e dos superiores. Dependendo de como e com quem for a conversa, depois dessa etapa, os candidatos são encaminhados para entrevistas com os gestores.

2. Análise do currículo: A triagem dos currículos é uma etapa inicial presente em qualquer processo seletivo. É uma forma de analisar se a experiência e metas do candidato estão de acordo com a proposta da empresa. Nessa fase, os recrutadores avaliam a formação superior, os cursos complementares, o conhecimento e domínio de idiomas e softwares, entre outras características da vaga.

3. Dinâmica: A dinâmica em grupo é muito comum e conhecida. Essa fase pode ser usada com o objetivo de avaliar e desenvolver o comportamento de pessoas em presença de outras. Isso permite identificar características do comportamento dos candidatos, como capacidade de competir, de liderar e ser liderado, de lidar com pressão e estresse, de se frustrar e de resolver desafios. Assim, é possível saber em que área o participante mostrará melhor desempenho e quais competências e habilidades devem ser aprimoradas.

4. Definição e desenvolvimento do perfil: Tudo começa com a definição do perfil do profissional que a empresa procura. Normalmente, o perfil é definido pelo recrutador em parceria com a empresa, ou melhor, os gestores que trabalharão diretamente com o profissional que vai ser contratado. O perfil deve conter atividades, responsabilidades, conhecimentos e experiências necessários para o bom desempenho do cargo. Também deve especificar o pacote de remuneração e benefícios.

5. Divulgação do perfil: O recrutador vai focar sua divulgação em “lugares” onde é maior a probabilidade de encontrar os profissionais com as características do perfil. Se está procurando um psicólogo(a), deve contatar o CRP e não o CREA, por exemplo. Portanto, quem está em busca de um emprego deve levar isso em conta.

6. Contato e entrevista individual com o candidato: O primeiro contato com o candidato normalmente é feito por telefone (as vezes por e-mail ou mensagens). Ele é feito para checar se o candidato tem mesmo a experiência e o conhecimento necessários para a vaga. Quem chega a etapa da entrevista individual o processo se seleção provavelmente já tenha deixado para trás muitos concorrentes. Aqui, um bom recrutador faz de tudo para deixar o entrevistado à vontade. A ideia é conhecer o candidato por meio de uma boa conversa. Claro que estamos falando de uma conversa estruturada, com perguntas previamente preparadas para compreender o que o profissional tem e faz de melhor, e de que maneira ele trabalha.

7. Processo para a admissão do funcionário: O funcionário deve fornecer todas as informações solicitadas pela empresa. Esses documentos devem ser enviados de acordo com a instrução da equipe de RH em até 48 horas úteis, para que o processo de admissão possa seguir sem problemas. Essa etapa do processo de admissão também engloba responsabilidades por parte da empresa.

7.1. Após a entrega dos documentos, o empregador registra todas as informações relativas à admissão do empregado na CTPS, inclusive as de jornada de trabalho, e envia as informações ao Ministério do Trabalho e à Caixa Econômica Federal, que administra o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).