Ensino Médio Integrado: Concepções e contradições

Mapa conceitual do texto Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado, Marise Ramos (2005)

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Ensino Médio Integrado: Concepções e contradições by Mind Map: Ensino Médio Integrado: Concepções e contradições

1. Organiza o conhecimento e desenvolve o processo de ensino-aprendizagem de forma que os conceitos sejam apreendidos como sistema de relações de uma totalidade concreta que se pretende explicar/compreender.

2. CURRÍCULO INTEGRADO

3. OUTRAS VOZES

3.1. Princípios lógicos de planejamento curricular (TYLER, 1950)

3.1.1. Fins educacionais e os objetivos de ensino são dirigidos e controlados mediante a seleção de conteúdos e metodologias baseadas em funções sociais e profissionais, seguidos de avaliação.

3.2. Currículo Integrado (SANTOMÉ, 1998)

3.2.1. Denominação utilizada como tentativa de contemplar uma compreensão global do conhecimento e de promover maiores parcelas de interdisciplinaridade na sua construção.

3.3. Integração em Educação (BERNSTEIN, 1981)

3.3.1. A integração coloca as disciplinas e cursos isolados numa perspectiva relacional [...]

4. ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO ENSINO TÉCNICO

4.1. PRESSUPOSTOS

4.1.1. Sujeito como ser histórico-social concreto, capaz de transformar a realidade em que vive.

4.1.2. Formação humana como síntese de formação básica e formação para o trabalho

4.1.3. Trabalho como princípio educativo

4.1.4. Unidade dos conhecimentos gerais e conhecimentos específicos

4.1.5. Construção conjunta de conhecimentos gerais e específicos, numa relação de interdependência

4.1.6. Fundamentação nasa diferentes técnicas

4.1.6.1. Eixos

4.1.6.1.1. Trabalho

4.1.6.1.2. Ciência

4.1.6.1.3. Cultura

4.2. PRINCÍPIOS

4.2.1. Trabalho como mediação ontológica e histórica na produção dos conhecimentos

4.2.2. Realidade concreta como uma totalidade, síntese de múltiplas relações.

4.2.3. Conhecimento como uma produção do pensamento pela qual se apreende e se representam as relações que constituem e estruturam a realidade objetiva.

4.3. PROPOSTA DE MOVIMENTO NO DESENHO DO CURRÍCULO

4.3.1. Problematizar fenômenos, [...] como objetos de conhecimento, buscando compreendê-los em múltiplas perspectivas: tecnológica, econômica, histórica, ambiental, social, cultural etc.

4.3.2. Explicitar teorias e conceitos fundamentais para a compreensão do(s) objeto(s) estudado(s) nas múltiplas perspectivas em que foi problematizada e localizá-los nos respectivos campos da ciência [...], identificando suas relações com outros conceitos do mesmo campo (disciplinaridade) e de campos distintos do saber (interdisciplinaridade)

4.3.3. Situar os conceitos como conhecimentos de formação geral e específica, tendo como referência a base científica dos conceitos e sua apropriação tecnológica, social e cultural.

4.3.4. A partir dessa localização e das múltiplas relações, organizar os componentes curriculares e as práticas pedagógicas, visando corresponder [...] ao pressuposto da totalidade do real como síntese de múltiplas determinações.

5. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado.